Inquilino inadimplente: saiba como evitar

Ter um inquilino inadimplente é um dos maiores pesadelos que os proprietários e investidores imobiliários precisam lidar. Sem dúvida, é uma das situações mais complicadas, pois envolve muita dor de cabeça, conflitos, além de prejudicar o planejamento financeiro.

Quem tem uma casa e decide colocá-la para alugar conta com o dinheiro do aluguel todos os meses e, quando o inquilino não cumpre com o pagamento, acaba gerando muitos problemas.

Por isso, é preciso ter atenção redobrada e saber identificar o perfil do inquilino para evitar, assim, problemas futuros. Tem uma casa e quer colocar para alugar? Confira a seguir como evitar inquilino inadimplente.

1 – Conte com o apoio de uma administradora de imóveis

Quando se opta por colocar um imóvel disponível para alugar, existem basicamente dois caminhos que o proprietário pode seguir. Fazer ele mesmo a própria divulgação, negociar com os interessados e cuidar da parte administrativa que envolve contratos, emissão de boletos, vistoria, entre outros.

Ou, caso queira mais praticidade e assertividade na administração, pode contar com o apoio de uma administradora de imóveis, que inclusive, dependendo o perfil, conta com baixas taxas de inadimplência exatamente por realizar um trabalho especializado.

Sendo assim, a forma mais efetiva de evitar inquilino inadimplente é deixar tudo sob a responsabilidade de uma administradora de imóveis.

2 – Peça comprovante de renda e confirme histórico de trabalho

Antes de fechar o contrato, é essencial obter mais informações sobre o inquilino, como situação de trabalho, renda, se vai morar sozinho ou com familiares que podem ajudar no aluguel, e até mesmo pedir referências.

Trata-se de um trâmite normal, uma vez que para alugar um imóvel, é preciso comprovar renda por meio de apresentação de holerites ou recibos em caso de prestadores de serviços, declaração de imposto de renda, além de cópias do RG e CPF.

Quando o serviço fica a cargo da administradora de imóveis, a empresa já realiza previamente toda essa análise do inquilino para evitar inadimplências futuras.

3 – Faça análises de crédito e perfil do inquilino

Faça também uma análise de crédito para ter uma ideia de como está a situação atual do inquilino, pois caso ele esteja com muitas dívidas, por exemplo, pode ser que não consiga cumprir com o aluguel e isso permitirá fazer uma avaliação mais completa.

Como se trata de uma transação envolvendo bens, demandando assim um compromisso da parte do inquilino em cumprir com o pagamento do aluguel, o proprietário deve considerar analisar a ficha criminal antes de fechar contrato.

Aliás, esse é um procedimento primordial para evitar inquilino inadimplente, saber se ele está em dia com a justiça até mesmo para você saber quem está colocando dentro do seu imóvel.

4 – Deixe tudo esclarecido em contrato

O contrato é um item fundamental para evitar inquilino inadimplente, por isso, não é recomendável fazer acordos apenas por oratória. Por meio de um contrato, você tem o respaldo jurídico de um advogado que acompanha todo o trâmite, garante transparência para ambas as partes e ainda estabelece garantias para que tudo seja cumprido.

5 – Estabeleça um bom relacionamento

Depois de tudo acertado, seja por meio de uma administradora de imóveis ou por conta própria, procure estabelecer um relacionamento amigável com o inquilino, inclusive deixando abertura para que ele possa dialogar sobre qualquer dificuldade financeira, caso isso venha a ocorrer.

O diálogo é sempre o melhor caminho para se chegar a um acordo em casos de inquilino inadimplente.

Caso precise do apoio de uma administradora de imóveis, a José Alberto Netimóveis é a maior administradora do estado da Bahia e está presente no mercado desde 1989.

Contamos com mais de 3 mil imóveis e uma taxa de inadimplência menor que 1%. Converse agora mesmo com a nossa equipe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − 6 =