fbpx

Taxa Selic: o que é e como afeta o mercado imobiliário

23 de junho de 2020 •

A Selic, que significa Sistema Especial de Liquidação e Custódia, é a taxa básica de juros da economia. Ela é um dos indicadores econômicos mais importantes para o mercado financeiro, por ser base para o cálculo de todas as outras taxas cobradas por bancos no Brasil. 

A Taxa é utilizada em empréstimos e em aplicações realizadas pelos bancos em títulos públicos federais. A Taxa Selic é o termômetro do mercado. Quando ela aumenta, as compras tendem a cair e os preços tendem a baixar.

A cada 45 dias, após a reunião do Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central), a Taxa Selic aparece nas notícias por ter apresentado alguma variação ou se mantido igual. No dia 17 de junho de 2020 ela ficou definida em 2,25% ao ano.

 

Aumento e diminuição da taxa

A Taxa Selic é uma ferramenta de controle da inflação: aumenta-la para desacelerar a economia, impedindo a inflação de ficar muito alta; ou baixa-la, estimulando o consumo para aumentar a inflação.

Com o aumento das taxas de juros, as pessoas tendem a comprar menos e assim o mercado é obrigado a diminuir os preços para não prejudicar o consumo.

Por outro lado, a diminuição da taxa é utilizada também para impulsionar o consumo, já que é mais interessante movimentar o dinheiro em produção que mantê-lo parado por conta das altas no preço.

 

Influência no mercado imobiliário

O aumento da Taxa Selic causa a redução no preço dos imóveis. Quando ela aumenta, a taxa do financiamento necessário para comprar um imóvel, também aumenta. Então, a procura por imóveis diminui, e consequentemente, o valor dos imóveis também.

Quando a Taxa Selic diminui, a taxa do financiamento necessário para comprar um imóvel, diminui também. Com isso, a procura por imóveis aumenta, tendo em vista que o consumidor poderá financiar com uma taxa de juros menor. Em consequência, pode ocorrer uma valorização dos imóveis.

 

Momento ideal para comprar um imóvel

O aumento da Taxa Selic pode ser favorável aos investidores e para quem pretende comprar a vista. Isto porque, graças aos juros altos e a pouca procura, os preços tendem a baixar para estimular as vendas. Isto faz com que aumente a probabilidade de encontrar uma oportunidade com valor mais atrativo.

No ano de 2019, a taxa foi anunciada com uma redução para a mínima histórica de 5% ao ano. Neste ano, a meta da Taxa Selic está em 4,5% ao ano. Consequentemente, as taxas de juros para realização de financiamentos são as menores existentes na história.

 

Quer ter acesso às melhores oportunidades de imóveis com os melhores preços? Fale com a gente!

Confira mais do nosso blog: 4 passos simples para organizar a vida financeira na crise, o que é IPTU e como funciona? e se mudar durante a pandemia da COVID-19: tudo que você precisa saber.