Como está o mercado imobiliário em Salvador?

A pandemia da Covid-19 impactou significativamente diversos setores da economia, bem como o cotidiano das pessoas, que se viram obrigadas a mudar seu estilo de consumo, passando a comprar produtos e serviços pela internet. No entanto, o mercado imobiliário em Salvador se manteve aquecido, mesmo em meio a esse contexto.

Alguns fatores colaboraram para que não apenas o mercado imobiliário de Salvador se mantivesse aquecido, mas também o de outros estados. Para saber mais, continue a leitura!

Ressignificação do valor de uma moradia na vida das pessoas

Embora 2020 tenha sido um ano bem atípico, serviu, de certo modo, para que as pessoas passassem a valorizar mais a importância de uma moradia para se alcançar conforto e qualidade de vida, sobretudo em tempos de distanciamento social.

Nesse sentido, vale destacar o que pensa o diretor da Câmara do Mercado Imobiliário e Sindicato das Empresas do Mercado Imobiliário de Minas Gerais (CMI/Secovi-MG), Leonardo Matos, sobre o assunto. Em sua visão, em entrevista fornecida ao Diário do Comércio, “a percepção das pessoas sobre sua moradia fomentou esse movimento, assim como a taxa básica de juros (Selic), que, em seu menor patamar histórico, está favorecendo os financiamentos. A facilidade na obtenção de crédito também contou a favor e a liquidez do mercado imobiliário em comparação com rendimentos bancários que estão com retornos baixos”.

Elevação do valor do aluguel em Salvador

O crescimento do mercado imobiliário em Salvador pode ser aferido não apenas pelo número de unidades habitacionais comercializadas em certo período, mas também pela variação do preço de aluguel.

Nessa direção, podemos destacar que o preço do aluguel de imóveis em Salvador subiu 5,63% (no acumulado dos últimos 12 meses), ficando atrás apenas de Belo Horizonte e Goiânia, de acordo com dados da CMI/Secovi-MG.

Na visão da CMI, dois fatores justificam a alta nos preços dos aluguéis: a recuperação do setor em diversos estados do país, como Salvador, Rio de Janeiro, Florianópolis, Belo Horizonte e São Paulo, por exemplo; e a demanda gerada pela pandemia da Covid-19.

Momento certo para a compra de imóvel em Salvador (mais oportunidades e maior poder de negociação)

Embora, como vimos, o mercado imobiliário em Salvador tenha se mantido aquecido, é fato que muitos empreendimentos deixaram de ser vendidos tanto no último como neste ano. O motivo para isso é o fato de que muitas pessoas priorizaram outros produtos e serviços em detrimento de imóveis, como alimentos e serviços de saúde.

A boa notícia é que esse quadro criou um cenário positivo para quem busca comprar seu imóvel. Isso por dois motivos: o primeiro é que, de certo modo, existem mais oportunidades que você pode apreciar e, assim, comprar o imóvel certo; e, segundo, porque você pode ter maior poder de negociação, comprando o imóvel por um valor em conta.

Você ficou interessado em comprar um imóvel após ler este conteúdo? Se respondeu que sim, então não deixe de acessar nosso site. Nele, você encontra várias oportunidades de imóveis de excelente qualidade, perfeito, portanto, para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

twelve + 19 =